Experimentamos o serviço de chá da Tiffany, em Nova York

30 jan 19
Experimentamos o serviço de chá da Tiffany, em Nova York

Existem experiências que você deve-se dar ao luxo de vivenciar ao menos uma vez na vida. Assim é a a ida ao Blue Box Cafe, mais conhecido como o café da Tiffany’s, a famosa joalheria da caixa azul, conhecida e desejada por muitas mulheres.  E claro, imortalizada pelo filme “Bonequinha de Luxo” (Breakfast at Tiffany’s), de Truman Capote, onde a personagem Holly Golightly, interpretada por Audrey Hepburn sai de um táxi e para em frente à vitrine da loja, onde come um croissant e toma um café, enquanto admira os produtos (como nós também faríamos né? Hehe).

A Tiffany’s é uma luxuosa rede jóias, presente no mundo todo, mas a sua loja mais famosa e antiga fica em Nova York, na 5a avenida e é quase como um ponto turístico, reunindo centenas de turistas.

Fachada-tiffany-ny

Fachada da Tiffany, em NYC

E é no quarto andar que você pode viver uma experiência deliciosa. É ali que fica o Blue Box Cafe, inaugurado em 2017 e que oferece café da manhã, almoço e chá da tarde. Como chá é a nossa praia, a nossa sommelière Helena Leigue conseguiu reservar um lugar para apreciar o serviço de chá em uma das lojas mais glamurosas do mundo.

blue-box-coffee

Como funciona

Diferente dos cafés que estamos habituados aqui no Brasil, neste você só entra com reserva e no horário agendado. Isso mesmo, se você quer conhecer, planeje-se com muita antecedência, porque as vagas são muito concorridas.

Para reservar, é necessário acessar o site pelo aplicativo online Resy e verificar as datas disponíveis . Importante: a venda acontece diariamente ao meio-dia aqui do Brasil (às 9h horário de NY) e a agenda é sempre para os 30 dias seguintes, nunca para o atual e costuma esgotar rápido. No site, você reserva a data e o horário e no dia tão esperado da sua reserva, receberá o menu para escolher entre o brunch, café ou almoço.

O valor varia de acordo com o menu escolhido. O famoso “Breakfast at Tiffany”, que acompanha café ou chá é servido com croissant de Nutella, manteiga de mel e geléia e frutas da estação. E se você quiser, pode incluir outras opções, como torradas com abacate, baguete com salmão defumado, ovos ou waffles, com o custo de US$ 32. Já o almoço conta com várias opções (inclusive veganas) e custa US$ 42. Também possui um menu com opções individuais de bebidas, que varia de US$ 6 a US$ 130.

E finalmente, o nosso queridinho: o “Tiffany  Tea”, um momento para comer com os olhos, de tão bonita que é a montagem. O valor para provar esse serviço é US$ 52.

Como é o Tiffany Tea

O primeiro passo é escolher seu chá. São 6 variedades disponíveis, da Bellocq Teas (vamos falar sobre ela em outro post,  não se preocupe!).  O escolhido para o dia foi o White Wedding, um chá branco chinês com jasmim, lavanda, pétalas de rosas e flores de laranjeira. Uma ótima pedida para aquecer, afinal a temperatura estava muito baixa na cidade.

menu-cha-na-tiffany

Menu do Blue Box Cafe

Logo depois, o chá é servido em um bule com as duas cores símbolos da Tiffany: azul e branco. Aliás, todas as louças, móveis e o ambiente são decorados com a temática. É incrível. 

Vamos falar sobre o chá? Primeiramente, foi um desafio pedir o chá branco, afinal, ele costuma ser difícil de harmonizar por ser muito delicado, mas como nossa somelière estava acompanhada de uma amiga, optou por escolher um chá mais suave e agradável para o momento.  Além de harmônico, o chá surpreendeu na qualidade e no paladar, reforçando a fama encantadora da Bellocq Teas.

O chá é servido no bule com a erva junto e esse foi um dos pontos que chamou a atenção (e decepcionou um pouco), pois é preciso ficar atento ao tempo ideal de infusão. No nosso caso, foi usado o cronômetro do próprio celular. 

tiffany-chá-xícara (1 de 1)

No entanto, para as pessoas que não possuem afinidade com chá, a experiência pode não ser muito boa, pois não é dada nenhuma orientação sobre o tempo em que a erva deve ficar em infusão, o que pode resultar em um chá amargo e sem a harmonização completa com a comida servida.

A comida é servida em um suporte de três andares, utilizado para as etapas corretas do chá da tarde. Porém, a sequência não seguiu a etiqueta: no primeiro andar deveria estar o sanduíche, no segundo os scones e no terceiro, os doces mais delicados. Uma pequena observação para quem conhece o serviço de chá. Mas é importante ressaltar que a comida estava deliciosa.

cardapio-tiffany-blue-box-coffee-pratos (1 de 1)

cardapio-tiffany-blue-box-coffee-doces (1 de 1)

helena-cha-na-tiffany (1 de 1)

Nossa sommelière Helena provando um chá na Tiffany

Ah, o Blue Box Cafe não vende os chás da Bellocq Tea, então se você gostar e quiser levar para casa, é preciso acessar o site da marca ou ir até a loja.

E para quem também ama louças, existem vários modelos de xícaras, bules, pratos, copos e muito mais, na cor azul Tiffany. Quase impossível não querer levar uma para casa!

loucas-tiffany-blue-box-coffee

bule-tiffanys-blue

loucas-tiffany

 

Quer mais dicas de lugares para provar chás em Nova York? Veja aqui!