Chá tem cafeína?

17 nov 20
Chá tem cafeína?

Para muitas pessoas, a cafeína é uma importante aliada no dia a dia, para contribuir com a performance física e mental. Embora seja muito associada ao café, a substância também está presente em outros alimentos e bebidas. Neste post, você vai entender que chá tem cafeína, assim como algumas infusões.

Mas já adiantamos para você: a principal diferença entre a cafeína no chá é que ela atua de maneira muito mais duradoura, por isso,

É importante ressaltar que o “chá” ao qual nos referimos neste artigo é toda variedade obtida a partir da planta Camellia sinensis, como o branco, amarelo, verde, oolong, preto e escuro.

Algumas infusões ou blends podem conter cafeína, como a erva mate ou mate tostado, assim como combinações que contenham chocolate ou cacau.

Neste post, você vai descobrir o que é a cafeína, os principais efeitos provocados no organismo, a quantidade de cafeína no chá e café e descobrir mais sobre o chá descafeinado.

O que é a cafeína?

A cafeína é um alcalóide, uma substância de origem vegetal encontrada em plantas, mas também pode derivar de fungos, bactérias, animais e claro, pode ser sintetizada em laboratório. Contém em sua fórmula, basicamente nitrogênio, oxigênio, hidrogênio e carbono. 

Ela se apresenta de forma inodora e de leve amargor. Quando apresentada em forma pura, ela é extremamente tóxica, mas de forma  natural ela atua como um estimulante que após consumido atinge o sistema nervoso central em instantes, assim como é eliminada de maneira bem rápida no organismo.

Quais são os efeitos da cafeína do chá no organismo?

A principal função da cafeína é atuar como estimulante com funções terapêuticas, como sua função anestésica, analgésica e neurodepressora.

No chá, ela atua de maneira diferente. Além de estimular, ela provoca uma sensação de relaxamento, amplia o estado de alerta e atua por um longo período no organismo.

Ou seja, é possível ter o efeito energizante e ao mesmo tempo ter uma sensação de bem estar.

Isso ocorre porque a Camellia sinensis possui um aminoácido chamado L-teanina que atua nos neurotransmissores do sistema nervoso central.

O que torna o chá uma excelente bebida para tomar antes de atividades que exijam foco, concentração e relaxamento, como uma reunião importante, um estudo ou uma prova, por exemplo.

Para quem prefere gerenciar o estímulo da cafeína, o ideal é consumir pela manhã ou no máximo, até o início da tarde, para garantir que terá uma noite tranquila.

Os efeitos da cafeína no organismo podem variar em cada organismo. De acordo com o gênero, peso, herança genética e sensibilidade, a sensação provocada poderá ser intensa ou imperceptível agradável ou até causar desconforto.

É muito importante ter consciência do efeito causado no seu corpo e na sua saúde, para entender se a cafeína pode ser uma aliada na sua saúde.

A quantidade de cafeína no chá é igual ao café?

Uma das dúvidas mais comuns é sobre a quantidade de cafeína presente no chá. Infelizmente essa uma informação que irá variar conforme a variedade de planta usada, altitude da plantação, processamento, tipo de chá e quantidade.

O que se sabe é que as folhas jovens de chá são mais ricas em cafeína do que as adultas, em proporção de 3% a 4%.

No entanto, a bebida pronta tem pouca quantidade, já que é diluída na água.

Em um estudo apresentado no livro “Bebidas não alcoólicas”(Waldemar Gastoni Venturini Filho,editora Blusher), foi realizado um comparativo de quantidade de cafeína presente no chá, café e mate.

O estudo usou como base 100 ml de cada líquido para estimar a quantidade de cafeína.

Chá preto: 50 mg de cafeína

Café: 116 mg de cafeína

Mate: 21 mg de cafeína

Entre as variedades de chá, a quantidade também varia muito. O matcha, possui mais cafeína que o chá verde tradicional, por ser feito com as folhas inteiras da Camellia sinensis.

Mas mesmo assim, ainda é menor em comparação a ao café. Se você ainda não conhece o matcha, leia este post aqui.

Chá descafeinado

Para quem tem sensibilidade à cafeína e não quer abrir mão de uma bebida deliciosa, já existe no mercado a opção de chá descafeinado.

A indústria utiliza um solvente, como o acetato de etila ou fluidos pressurizados, como o CO2 para eliminar a cafeína sem prejudicar a qualidade da bebida.

Sim, existe chá descafeinado – assim como o café. Para eliminar a cafeína, a indústria 

Conclusão

É importante avaliar como você se sente após ingerir um chá com cafeína, se há mudanças, como aceleração cardíaca ou maior fonte de energia.

Como já explicamos, cada organismo reage de uma maneira, por isso não existem regras. A cafeína é importante para o nosso bem estar, desde que consumida com equilíbrio.

Na dúvida, busque orientação médica.

Fontes:

Bebidas Não Alcoólicas – Ciência e Tecnologia.  Waldemar Gastoni Venturini Filho, editora Blusher

O Livro do Café. Editora Publifolha