Qual a importância da qualidade da água para o chá?

22 mar 19
Qual a importância da qualidade da água para o chá?

Você já parou para pensar na qualidade da água que você usa no chá? Apesar de ser um dos principais ingredientes e ter relação direta com o sabor da infusão, esse item ainda passa despercebido por muitas pessoas.

Mas afinal, água não é tudo igual? Acredite, há mais diferenças do se que possa imaginar. A começar pelas propriedades físico-químicas e sua capacidade de dissolver elementos, o que lhe dá o título de solvente universal, capaz de dissolver diversos compostos químicos.

A água é conhecida por 3 características principais. Inodora, ou seja, não pode possuir qualquer cheiro e incolor, o que significa que deve ser cristalina e transparente.

A terceira e mais polêmica é a insipidez ou sem sabor, afinal, para alguns, ela tem sabor sim.

Portanto, para preparar um chá com suas caraterísticas completas e de dentro do seu estilo ou variedade, é importante utilizar uma água de qualidade, para que não interfira no sabor da infusão.

De nada adianta ter um chá fino e caro e prepará-lo com água desequilibrada: irá torná-lo ruim e desagradável. É bem provável que você já tenha provado um e não tenha gostado, sem imaginar que o vilão era, na verdade, a água.

Como avaliar a qualidade da água?

Naturalmente a água potável é composta por  sais minerais, como cálcio, magnésio, potássio e sódio.

O ideal é que haja um equilíbrio na quantidade destes elementos, caso contrário podem despertar sensações no sabor da água e torná-la dura, ou seja, com muitos sais, que são capazes até de causar prejuízos ao organismo.

Por exemplo, o excesso de magnésio pode dar a sensação de água gordurosa, o potássio pode conferir picância e amargor e o manganês, relacionado a uma sensação terrosa.

Outro fator que deve ser analisado é o Potencial Hidrogeniônico, o famoso pH.

Ele é responsável por medir a quantidade de cátions hidrônio. Parece difícil?  Basicamente, ele indica se o potencial analisado é ácido, neutro ou alcalino.

Para a água, o pH deve ser neutro, ou seja, próximo ou igual a 7. Se ela for ácida demais ou alcalina, irá interferir completamente no sabor do chá.

Como escolher a água ideal para o chá?

Se você quer apreciar por completo o seu chá, deve investir seu tempo e dedicação para escolher a água de melhor qualidade, a fim de explorar os aromas, notas e a composição.

Pode ser o chá mais fino ou o mais simples, todos precisam de água neutra para não sofrer interferência ou descaracterizá-lo.

Para ajudar você a escolher uma água ideal para o preparo do chá, apresentamos abaixo duas alternativas acessíveis e que vão tornar o seu momento ou #teabreak delicioso e completo.

Água mineral engarrafada: essa é a mais fácil de analisar e assim, encontrar a ideal para o uso no chá. Obrigatoriamente as marcas devem apresentar no rótulo da embalagem a quantidade de sais minerais presentes e o pH, basta procurar a que seja neutra e equilibrada.

Água filtrada: muitas pessoas costumam ter em casa filtros acoplados direto na torneira ou os tradicionais de barro, que são capazes de purificar e melhorar qualidade da água. Mas, por outro lado, não permitem fazer a análise dos elementos. Por isso, uma alternativa simples é usar a fita medidora de pH, facilmente encontrada em lojas de produtos químicos e até mesmo na internet.

Água da torneira: deve ser evitada ao máximo. Para se tornar potável, as companhias de tratamento de água costumam adicionar cloro, que apesar de não fazer mal ao organismo, interfere completamente no sabor do chá.

Ou seja, assim como você investe seu tempo procurando os melhores chás ou utensílios, deve ter a mesma preocupação com a água que irá utilizar diariamente para fazer o chá. É um cuidado simples e respeitoso com a planta e principalmente, com você.

Quer continuar descobrindo mais sobre dicas e cuidados? Temos um artigo especial sobre a importância da temperatura ideal da água para cada variedade de chá!