Dica de leitura: O livro do Chá, de Kazuko Okakura

18 mar 20
Dica de leitura: O livro do Chá, de Kazuko Okakura

Publicado em 1906, “O livro do chá”, de Kakuzo Okakura é um clássico sobre a cerimônia do chá no Japão. Com mais de cem anos, a obra ainda é considerada um retrato da filosofia e do simbolismo do chá sob a ótica de um japonês para o mundo.

Uma viagem na história do Japão que faz entender a relação profunda do país com o chá, muito desconhecida pelo mundo.

O autor  escreveu o livro com o objetivo de levar a cultura e o conhecimento da cerimônia chanoyu a nós, ocidentais. 

Nele, há um breve contexto social e histórico sobre a cultura do chá no Japão e, principalmente, a revelação de um contexto sensível e necessário sobre o envolvimento das pessoas com a bebida.

O chaísmo, como ele chama, ou o ritual do chá é a união de elementos como a cultura, tradição e religião japonesa, das quais o cuidado com a arte e o belo –ou o estético- é sempre presente. 

“Chaísmo é um culto que se fundamenta na veneração da beleza em meio à sordidez dos acontecimentos diários. Incute a pureza e a harmonia, o mistério da caridade mútua, o romantismo da ordem social. É essencialmente a veneração do imperfeito, uma tentativa singela de conquistar o possível em meio a esta coisa impossível que conhecemos como vida.” (página 29)

Além  dos cenários, Kazuko também apresenta a origem do chá no país, como a sua ligação com o taoísmo e o zen, que até hoje fazem parte, indiretamente, do momento do chá/

“Curiosamente a humanidade tem até agora se encontrado numa xícara de chá. É um ritual asiático que merece o apreço de todos.” 

Dica de leitura além do chá

Além da história que é muito enriquecedora, o cenário em que o livro foi criado também merece destaque.

Na época, o Japão ainda era pouco aberto ao mundo, uma sociedade muito restrita e por isso, a publicação ganhou repercussão por apresentar um país intimamente desconhecido.

No mesmo período, foi criada a Universidade de Tóquio, onde as aulas eram dadas por professores estrangeiros e o idioma permitido era o inglês, oportunidade que Kazuko teve para aprender o idioma e compartilhar sua obra posteriormente.

Livro: O Livro do Chá
Autor: Kakuzo Okakura
Editora: Estação Liberdade

Se você gosta de dicas de livros sobre chá, confira outras indicações aqui.