Blends complexos na tea box de março do Clube de Assinatura

01 mar 20
Blends complexos na tea box de março do Clube de Assinatura

A tea box do mês de março do Clube de Assinatura do Diário do chá apresenta dois blends contemporâneos e surpreendentes, o Pearfection e Gingersim, exclusividade da Moncloa, marca convidada para essa curadoria.

Conheça os blends do mês de março

Pearfection

O blend que é uma perfeição – em todos os sentidos. A composição é simples do pearfection: erva mate, pera e framboesa.

E é aí que vem a surpresa, uma combinação nada convencional capaz de surpreender os paladares mais experientes.

Chá Pearfection

Contemporâneo e incomum, esse blend apresenta a erva mate em uma versão completamente sutil e suave, diferente da maioria das infusões que possuem o ingrediente na composição.

Isso se deve ao equilíbrio da quantidade dos ingredientes no blend, uma perfeição digna de um tea blender.

O perfil da infusão é único, a erva seca apresenta um aroma doce, de framboesa e tutti frutti. Já o aroma do licor remete a framboesa e pera assada. 

No paladar, os ingredientes se complementam, com sabor de framboesa, pera e um toque muito sutil de erva mate.

O pearfection é ideal para ser consumido para tomar no período da tarde, para aliviar o estresse e recarregar as energias.

Sugestão de preparo

1 colher de chá do blend (2g)
200 ml de água
Temperatura da água: 100ºC
Tempo de infusão: 6 a 8 minutos

Gingersin

Curioso e inusitado, o Gingersin é uma infusão de honeybush, abacaxi, manjericão, gengibre, alcaçuz, pimenta rosa e canela.

Ainda pouco conhecido no Brasil, o honeybush  é um arbusto com origem na África do Sul, que apresenta caules espesso, folhas verdes, alongadas e finas.

No período de floração, os arbustos são tomados por flores amarelas brilhantes, que liberam um aroma doce característico de mel, que deu origem ao nome popular.

O processamento do honeybush é bem simples: depois de colhidos, os caules e folhas são cortados e passam por uma fermentação, onde ele muda da cor verde para a marrom e por último, é seco.

A aparência da erva seca e da infusão é muito semelhante ao rooibos, um ingrediente já conhecido e queridinho de muitos tea lovers. 

Chá Gingersin

A versatilidade do honeybush é incrível, além de ser consumido puro como infusão, ele é muito utilizado para compor blends, chás gelados e até na indústria cosmética.

Entre os benefícios, é rico em antioxidantes, livre de cafeína e com diversos efeitos terapêuticos.

O gingersin possui um perfil complexo, com diferentes notas em cada estágio do preparo, uma experiência deliciosa e desafiadora.

Na erva seca apresenta um toque floral, madeira e abacaxi. No aroma do licor se sobressaem a canela, gengibre e alcaçuz.

E o sabor é uma explosão de notas aromáticas, como gengibre, pimenta rosa, alcaçuz, abacaxi e damasco.

Além de saboroso, ele proporciona uma experiência agradável para o organismo, pois auxilia no processo digestivo, é rico em antioxidantes e vitaminas.

Sugestão de preparo

1 colher de chá do blend (2g)
200 ml de água
Temperatura da água: 100ºC
Tempo de infusão: 5 a 8 minutos


Sobre a Moncloa

Uma das principais redes de franquias de chás do Brasil, a Moncloa é a marca convidada para essa curadoria, que apresenta ingredientes frescos e aromas intensos.

Os blends da marca possuem matéria prima de alta qualidade e são exclusivos, que tornam a experiência do chá ainda mais especial.

Fundada em 2013 em Curitiba (PR), a empresa possui um portfólio com mais de 50 blends e infusões e investe no sistema de franquias pelo país.

Ainda não é assinante? Acesse o site e garanta a sua tea box